Confira dicas para aproveitar o São João sem sair da dieta

Canjica, bolo de aipim, doce de jenipapo e paçoca são algumas das guloseimas típicas das festas juninas. Algumas são extremamente calóricas e ricas em açúcar e gordura, e não basta dançar forró para manter o peso.

É preciso optar por um cardápio mais saudável e ainda aproveitar alimentos que fazem parte da festa. Para Ramona Baqueiro, professora de Nutrição do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), o segredo é se permitir sem exceder as quantidades, pois são muitos dias de festa. “Amendoim cozido, milho cozido, e assado, além das frutas, são alguns dos alimentos que podem ser consumidos de forma equilibrada”, diz.

A substituição da farinha branca pela farinha integral na preparação dos bolos também é uma opção menos calórica para quem não quer deixar de lado o consumo do bolo de milho, aipim e laranja. “Com equilíbrio e moderação é possível curtir os dias de festa sem ganhar aqueles quilinhos extras”, conta Ramona.

Atenção às bebidas

Para manter a dieta também é preciso ficar atento às bebidas alcoólicas que são consumidas. Muito típico desta época do ano, os licores são os preferidos dos baianos e cada uma grama de álcool possui 7 Kcal. “Se considerado que o teor alcoólico do licor varia entre 20-28%, uma dose de 50 ml (equivalente a um copo de cafezinho) tem entre 8 e 11g de álcool, o que significa dizer que uma dose de 50 ml de licor tem entre 56 e 77 kcal vindas do álcool (fora os outros ingredientes da bebida, que também fornecem calorias). Assim, todo cuidado é pouco”, alerta Ramona.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o consumo controlado é aquele que não excede 30g de álcool/dia para homens e 15g/dia para mulheres. “Para minimizar os efeitos do álcool, é necessário intercalar o consumo da bebida alcoólica com água e alimentos fontes de carboidratos (pães, bolos, frutas e massas). Ao contrário do que se pensa, consumir álcool junto com alimentos gordurosos piora o efeito da ressaca, pois retarda a metabolização. A reidratação com água, sucos de frutas naturais e água de coco é fundamental para recuperação da ressaca”, finaliza a nutricionista.

SHARE