Empresa é desabilitada de licitação do São João 2017 de Campina Grande

Uma das empresas que concorrem pela gestão do São João 2017 de Campina Grande foi desabilitada durante a licitação e, agora, o processo segue com apenas uma concorrente.

Segundo a Coordenação de Comunicação (Codecom) da Prefeitura de Campina Grande, a empresa Branco Promoção de Eventos foi desabilitada na primeira etapa da disputa por não atender os pré-requisitos básicos em termos de documentação exigida para participar do processo. O resultado desta primeira fase deve ser publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (18).

Com isso, a empresa Aliança Comunicação e Cultura saiu vitoriosa na primeira etapa do certame. Para se consolidar como vitoriosa no processo, a empresa terá necessariamente de ter apresentado, no segundo envelope, uma proposta que atenda o teto estabelecido pela Prefeitura como cota máxima de participação financeira do município no evento – R$ 3 milhões.

umprindo o que determina o edital que lançou a disputa licitatória, essa informação só será divulgada no dia 27 de março. Caso a Aliança cumpra esse pré-requisito, será anunciada oficialmente como a vencedora do certame. Até lá, a Branco tem o direito de recorrer da desabilitação.

O “Maior São João do Mundo” vai ser realizado dentro do modelo de Parceria Público Privada (PPP) neste ano de 2017. A edição da festa junina ainda está em fase de planejamento, mas a prefeitura já confirmou que haverá mudanças no layout e logística da festa no Parque do Povo. Algumas atrações já constam na “lista de interesse” da organização. O evento acontece do dia 2 de junho ao dia 2 de julho.

Empresas de Pernambuco
As duas empresas que foram habilitadas pela Prefeitura de Campina Grande para disputar a gestão do São João 2017 de Campina Grande são sediadas em Pernambuco. As concorrentes entregaram à equipe da Secretaria de Administração os envelopes com a documentação solicitada e propostas.

 

SHARE